Turbinas rebaixadoras de pressão - Dizendo NÃO ao desperdício

Turbinas rebaixadoras de pressão - Dizendo NÃO ao desperdício

As turbinas rebaixadoras de pressão nada mais são do que turbinas de contrapressão, aplicadas de forma a condicionar o vapor que sai das caldeiras às condições requeridas pelo processo industrial. 

Várias indústrias costumam utilizar simples válvulas redutoras para esta finalidade, o que em muitos casos é um desperdício, pois a energia perdida na válvula para condicionar o vapor não é reaproveitada de forma alguma, sendo totalmente perdida. 

Vou citar um exemplo: uma caldeira fornece vapor a 10 kgf/cm², e o processo necessita de vapor a 3 kgf/cm². Para rebaixamento dessa pressão, uma turbina pode ser instalada entre a caldeira e o processo. O vapor entra na turbina a 10 kgf/cm², e sai a 3 kgf/cm², já nas condições requeridas no processo industrial. 

Neste rebaixamento de pressão (daí o nome de turbina rebaixadora), a turbina aproveita a queda entálpica do vapor, ou seja, a sua perda de energia, para assim gerar energia cinética, movimentando um gerador, e produzindo eletricidade. 

É válido lembrar que é possível também trabalhar com vapor saturado, e com qualquer nível de rebaixamento de pressão. 

Esta é uma solução extremamente vantajosa, pois o investimento é baixo, e o payback, ou seja, o retorno do investimento, é extremamente rápido. 

Os turbogeradores e plantas termoelétricas da Wórtice atendem com eficiência e baixo custo operacional a esta modalidade de geração. 

Quer saber mais? Entre em contato conosco, ou solicite um estudo para a sua necessidade. 

E fique por dentro de nosso blog, pois divulgaremos novos posts periodicamente. 

 

Deixe seu comentário

*Analisaremos seu comentário antes de exibí-lo no site.
Comercial
Digite o que procura